0 Item

Projetos de desenvolvimento de softwares englobam recursos variados, como tecnologias, metodologias, tempo e recursos humanos. Porém, um dos fatores que mais pesam no sucesso dos projetos é o fator humano. Se as pessoas não estiverem motivadas com o trabalho, alinhadas com o time e comprometidas com a ideia do projeto, dificilmente os produtos serão entregues no prazo. É aí que entra a gestão de equipes.

Você sabia que pode otimizar a gestão de equipes aplicando a metodologia Scrum? Neste post você vai descobrir como. Acompanhe!

O que é Scrum?

Vamos começar do começo. O desenvolvimento de softwares sempre foi algo subjetivo e vários tipos de métricas foram criadas para calcular de forma mais exata os orçamentos, prazos, custos e despesas, além da produtividade. O problema é que, como em qualquer outro segmento, existem aspectos mais difíceis de serem mensurados.

O desenvolvimento de softwares é feito em várias etapas. Começa com o planejamento, passa pela criação e discussão de soluções e acaba com os testes e a entrega do produto finalizado. Medir essas etapas conjuntamente até é possível, mas há uma grande subjetividade envolvida.

Então, começaram a surgir ideias de métodos para o desenvolvimento ágil. Isso foi uma verdadeira revolução para o setor, já que tornou os processos mais rápidos e qualificados. Hoje, o Scrum é o principal deles, pois define entregas incrementais, dividindo a encomenda em subprodutos e permitindo o desenvolvimento sob demanda.

No Scrum, o cliente pode participar ativamente do desenvolvimento de seus produtos (softwares) encomendados e discutir com o time os erros de programação, bem como as soluções de problemas, durante o processo. Assim, a equipe molda o software conforme a necessidade e satisfação do cliente.

Como resultado, isso acaba antecipando várias etapas do projeto e diminuindo o risco em termos de qualidade, prazos de entrega e outros fatores. Além disso, fica mais fácil mensurar a expectativa do cliente.

Qual é a relação entre a metodologia Scrum e a gestão de equipes?

A metodologia Scrum estimula a integração dos profissionais à equipe, pois explora bem as necessidades de trabalho em grupo e foca em melhorar a comunicação interna. O método também aumenta a motivação, já que dá maior autonomia de trabalho aos colaboradores. Porém, junto com a autonomia vêm as responsabilidades.

No Scrum, não há uma autoridade centralizada e o sucesso do projeto vai depender dos compromissos assumidos e respeitados. As pessoas vivem uma necessidade natural de controlar o ambiente a sua volta e de ter domínio sobre a vida pessoal e profissional. Isso tem dado força ao conceito de “empowerment” (empoderamento) que é aplicado no Scrum.

Nessa metodologia, o papel do gerente de projetos é substituído pelo Scrum Master, que atua mais como um apoiador do que como um supervisor de equipes. Ou seja, em vez de dar ordens, ele ajuda a encontrar soluções para os problemas que podem atrasar o progresso do trabalho. O Scrum Master não tem autoridade sobre os profissionais e atividades desempenhadas, mantendo o foco em ajudar o time a alcançar os objetivos propostos no projeto.

Portanto, ao usar o Scrum no desenvolvimento de produtos é possível melhorar a gestão de equipes naturalmente e possibilitar que a empresa comece a formar grupos de profissionais autogerenciáveis.

Como aplicar o Scrum na gestão de equipes de uma empresa?

Agora que você já sabe que o Scrum é um forte aliado da gestão de equipes, descubra como aplicá-lo na prática.

Defina um Scrum Master para o projeto

Como dito, o Scrum Master será fundamental para apoiar a equipe, pois ele atua diretamente no gerenciamento de conflitos, na intermediação dos interesses do cliente com as capacidades dos times, na neutralização de gargalos nos processos e muito mais. Ele também fica responsável por coordenar as reuniões, dar apoio operacional e ajudar a manter o foco no trabalho.

Para escolher o Scrum Master ideal, dê preferência para alguém com perfil de liderança. Ele não precisa ser necessariamente um técnico em desenvolvimento, mas deve equilibrar as habilidades pessoais com as gerenciais e as técnicas.

Faça reuniões diárias (daily Scrum)

O Scrum Master deve organizar reuniões diárias, mas, para não tomar muito tempo, devem ser no estilo “stand up meeting”. Esse tipo de reunião é bem rápida (15 minutos em média) e é realizada com foco na discussão dos pontos mais importantes, como apresentação do desempenho nos projetos em andamento, tarefas do dia, problemas e soluções, entre outras informações ligadas ao trabalho.

Dê e receba feedbacks constantes

As críticas construtivas e as sugestões de melhorias devem ser mútuas. O Scrum Master deve entregar feedbacks diretos e objetivos, mas também deve estar aberto para recebê-los de volta. Se escolher um profissional com perfil de líder nato para ocupar o cargo, terá bons retornos nesse sentido, pois ele será mais suscetível às críticas quando o foco é a evolução.

Amplie a visão dos desenvolvedores

A metodologia Scrum é muito voltada para a ampliação da visão que os desenvolvedores têm sobre o projeto. Aproveite isso a favor da gestão de equipes. Você pode deixar que os profissionais entendam bem cada etapa dos processos e dar liberdade para a sugestão de melhorias. Assim, eles passam a compreender melhor o papel que desempenham nos projetos e se sentem mais responsáveis pelos resultados gerados, o que aumenta o comprometimento com o time.

Alinhe as equipes de trabalho

Geralmente, a metodologia Scrum envolve profissionais com alto nível técnico (seniores) e, para ter sucesso, isso deve continuar acontecendo. Então, escolha as pessoas certas para compor cada grupo de trabalho e alinhe bem as equipes com relação às atividades, ao tempo e aos recursos.

Tenha um apoio especializado

Aplicar o Scrum na gestão de equipes pode ser muito vantajoso para o negócio, mas se você não tiver conhecimento e experiência, pode fracassar na estratégia. Por isso, o ideal é contar com o apoio de profissionais especializados em metodologias ágeis para ter resultados melhores e mais rápidos.

Quais são as vantagens de utilizar o Scrum na gestão de equipes?

Quando o Scrum é implementado na gestão de equipes, algumas vantagens são percebidas, tais como:

  • a visão dos profissionais sobre o projeto aumenta, elevando o nível de compreensão das atividades e da sua importância;
  • os riscos, bem como as oportunidades, passam a ser mais previsíveis dentro dos projetos;
  • os profissionais conseguem se organizar sozinhos, formando equipes autogerenciáveis;
  • os projetos ganham dinamismo devido à autonomia dos desenvolvedores;
  • os profissionais ficam mais motivados ao ganharem mais autonomia;
  • diminui o tempo e aumenta a qualidade na entrega de produtos.

Uma gestão de equipes eficiente é responsável por gerar motivação, engajamento e impulsionar os resultados. Com o Scrum você pode fazer isso mais facilmente. Siga as nossas dicas e aumente a produtividade com qualidade na sua empresa.

Quer saber mais sobre o assunto? Descubra agora 5 boas práticas para monitorar e gerenciar o desenvolvimento de softwares!