Experimente Grátis

Afinal, como usar a 4ª revolução industrial a favor do seu negócio?

Equipe Cronapp

27/07/2018

Afinal, como usar a 4ª revolução industrial a favor do seu negócio?

No setor das indústrias, uma nova tendência está dominando as empresas nos últimos anos. A 4ª revolução industrial levou uma série de inovações tecnológicas para o chão de fábrica, criando novos modelos de negócios e serviços.

As fábricas passaram a ser muito mais inteligentes e flexíveis. A automação passou a ser a base de muitos processos. Além disso, a análise de dados tornou-se uma ferramenta crítica, utilizada por analistas para otimizar processos e melhorar o planejamento de médio e longo prazo da empresa.

Organizações que estiverem atentas a essa tendência conseguirão manter-se competitivas, inovadoras e capazes de se antecipar às demandas do mercado. Quer saber como isso pode ser feito? Então, veja abaixo 5 dicas para utilizar a 4ª revolução industrial a seu favor!

Tenha processos escaláveis

A escalabilidade é um fator crítico para muitas empresas. Em poucas palavras, ela é a capacidade que o negócio tem de ampliar ou reduzir a sua produção rapidamente.

Possuir um negócio escalável afeta a sua empresa de duas maneiras. Primeiramente, a companhia terá custos mais precisos, uma vez que o desperdício de recursos cairá drasticamente. Além disso, a empresa poderá responder com mais agilidade às demandas do mercado, colocando-a à frente de seus concorrentes.

Um dos caminhos que o negócio pode adotar para escalar com mais facilidade os seus processos é investir na computação na nuvem. Com soluções em ambientes de cloud, o negócio consegue ter um maior controle sobre os recursos que estão disponíveis para os usuários. Assim, sempre que for necessário ampliar ou reduzir a quantidade (e a capacidade) das ferramentas disponíveis, o gestor poderá ampliar a performance da infraestrutura com alguns cliques.

Há também o investimento na terceirização. Com o apoio de uma prestadora de serviços da área, a companhia sempre terá um time de profissionais preparados para ser acionado nos momentos de alta demanda pelos serviços do empreendimento. Assim, durante projetos ou períodos sazonais de maior demanda, a companhia não perderá performance.

Trabalhe para que não existam barreiras geográficas para o seu negócio

A indústria moderna funciona em escala global. E para atender às demandas de clientes e parceiros comerciais em localidades distintas, é necessário ter rotinas de alta mobilidade. Assim, a companhia consegue manter todas as suas filiais funcionando com um elevado nível de qualidade e performance.

Na nova indústria, a gestão dos equipamentos é feita de maneira centralizada. Sensores inteligentes espalhados pelo chão de fábrica conseguem detectar tendências e, com o apoio de algoritmos de inteligência artificial, compreender o melhor momento para que a manutenção de peças seja feita. Isso reduz custos e evita que as operações sejam interrompidas sem programação prévia, uma vez que falhas repentinas serão menos frequentes.

Isso exige que a empresa tenha times de manutenção com mais mobilidade, que possam atuar em qualquer local com alta qualidade. E com o apoio de tablets e smartphones, os profissionais da área podem acessar a documentação do negócio e se manter comunicáveis em todas as filiais da empresa.

Não há mais, portanto, a necessidade de manter um time em cada unidade da empresa para executar rotinas de manutenção. Com o apoio de sistemas inteligentes, os profissionais dessa área podem receber alertas antecipados sobre a melhor hora de executar uma rotina de manutenção e, assim, se deslocar ao local antes que um problema ocorra.

Integre os sistemas

A integração de sistemas é crucial para que empresas que buscam fazer parte da 4ª revolução industrial possam atuar com rotinas mais inteligentes e precisas. Quando os softwares do negócio são capazes de trocar informações, a companhia tem um ambiente de trabalho mais inteligente, ágil e preciso. Além disso, o número de etapas em rotinas cai, ao mesmo tempo em que a automação é ampliada.

Adotando APIs mais inteligentes, aplicações corporativas podem trocar dados e, assim, reduzir custos e erros. Um banco de dados unificado para armazenar o cadastro de clientes, por exemplo, pode ser incorporado a aplicações de gestão de consumidores, sistemas financeiros ou mesmo softwares de gestão de entregas de produtos. Isso diminuirá custos e permitirá que a companhia atue com mais agilidade, uma vez que a quantidade de atividades executadas mais de uma vez em função de erros será muito menor.

Não deixe de integrar times, processos e setores

A integração também deve envolver times, setores e processos. Quando toda a companhia atua de maneira integrada, erros de comunicação e conflitos entre áreas são muito menos frequentes. Portanto, não deixe de utilizar técnicas modernas de gestão de equipes.

É importante que áreas que atuam nas mesmas rotinas mantenham um fluxo de conversação constante. Reuniões periódicas devem ser executadas para alinhar expectativas e rotinas. Assim, os times podem atuar em conjunto para atender às demandas do mercado e evitar que atrasos ou falhas na entrega de produtos ocorram.

Incentive a inovação

A 4ª revolução industrial é uma tendência inovadora. Justamente por isso, seu negócio deve estar preparado para incentivar a inovação dentro do ambiente corporativo. Isso pode ser feito de duas formas.

Com o apoio do Big Data, o empreendimento pode otimizar os seus processos, antecipar tendências e encontrar formas mais inovadoras de atender às demandas de clientes. Uma grande quantidade de informações, a princípio sem muita relação, será analisada por softwares complexos para identificar padrões e tendências. Com tais dados, o analista pode identificar a melhor forma de moldar as suas rotinas e manter o ambiente de trabalho competitivo.

Também é importante estimular colaboradores a terem a capacidade de buscar novas formas de trabalho. Os times devem ter um espaço para criar novos projetos, que auxiliem a companhia a ter rotinas de alta qualidade. Essa política não só permite que a empresa inove mais, mas também amplia o nível de engajamento profissional, algo crucial para ter serviços e produtos de alta qualidade.

A 4ª revolução industrial não seria possível sem a tecnologia. As soluções criadas pelo mercado são fundamentais para tornar processos mais ágeis, dar flexibilidade para o profissional e eliminar gargalos. Confira no nosso blog quais são as tecnologias que auxiliarão na transformação de empresas nos próximos anos!

Artigos recentes

O que são, como funcionam e para que servem os microsserviços?

22/03/2019

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019

Artigos recentes

O que são, como funcionam e para que servem os microsserviços?

22/03/2019

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019