Experimente Grátis

Afinal, quais são as diferenças entre Product Backlog e Sprint Backlog?

Equipe Cronapp

15/02/2018

Afinal, quais são as diferenças entre Product Backlog e Sprint Backlog?

A diferença entre Product Backlog e Sprint Backlog é uma dúvida comum para quem está começando a se inserir no mundo do desenvolvimento ágil (Agile Development) — mais especificamente, com a metodologia SCRUM.

Neste artigo, vamos fazer um mergulho em cada um dos conceitos e também apontar as diferenças mais significativas entre eles. Ao final, vai ficar bem mais fácil saber o que é uma coisa e o que é outra, conceitualmente e também na prática.

Para isso, vamos nos basear nas definições contidas no EXIN Agile Scrum Foundation Workbook, que é hoje uma das publicações mais respeitadas sobre o assunto em nível global. Continue lendo, você vai entender!

O que é SCRUM, a metodologia que trabalha com os conceitos de Product e Sprint Backlog?

A mais popular das metodologias ágeis, o SCRUM concentra-se principalmente no gerenciamento de tarefas em ambientes de desenvolvimento em equipe. É um sistema bastante simples de implementar e abarca diversos desafios de gestão que fazem parte do dia a dia de equipes de desenvolvimento.

O SCRUM é especialmente indicado como uma metodologia eficiente para gerir projetos com muitas variáveis, com pouca previsibilidade de futuro. Também por isso é bastante usado em projetos de manutenção de soluções.

De acordo com essa metodologia, o desenvolvimento de softwares deve ser trabalhado em três níveis: Sprint, Release e Product. Dessa forma, os requisitos são transformados em uma lista em que estão contidos os valores do cliente — o Product Backlog. Em seguida, é criado um subconjunto dessa lista  — o Release Backlog — e ele, por sua vez, é particionado novamente para dar origem ao Sprint.

O que é Product Backlog?

Product Backlog, ou Backlog do Produto, é uma lista ordenada de tudo o que é necessário para chegar no produto final de um projeto de desenvolvimento de software. Em outras palavras, são “coisas” que devem ser desenvolvidas para chegar no resultado esperado — uma espécie de “lista de desejos”.

Todos os itens são descritos em linguagem simples, não técnica e de negócios, e são apresentados ​​a todos os interessados (desenvolvedores, clientes, patrocinadores do projeto, usuários etc.).

Cada requisito e cada mudança no projeto serão refletidos no Product Backlog, que está sempre mudando e melhorando dinamicamente. O time de desenvolvimento espera até que esteja completo antes de começar a entregar os itens. O primeiro Sprint pode ser iniciado assim que o Product Backlog tiver definido histórias suficientes.

Os itens de backlog de produto serão, então, ordenados com base no valor comercial, de forma que, quanto maior for um item, mais cedo será entregue pela equipe de desenvolvimento. Como os itens localizados na parte superior serão entregues mais cedo, eles também serão mais detalhados e claros quando comparados aos itens inferiores.

Cada tarefa de Backlog do Produto também tem uma estimativa de trabalho, que é realizada exclusivamente pelo time de desenvolvimento. Elas são usadas ​​em comparação com a capacidade da equipe em um único Sprint, para determinar o número de itens que serão selecionados para esse determinado Sprint.

A equipe Scrum deve adicionar detalhes, estimativas e encomendar os itens de Backlog do Produto durante todo o projeto — o que é chamado de “preparação do Backlog”, e isso não deve consumir mais de 10% do tempo.

Também é importante saber que o Product Backlog é criado com base na discussão, e não na documentação. É por isso que os itens devem ser de fácil entendimento para as partes interessadas não-técnicas.

Às vezes, várias equipes trabalham em um mesmo projeto. O Backlog é uma representação do escopo do produto final e, portanto, deve ser apenas um, não importa quantas equipes estejam envolvidas.

O que é Sprint Backlog?

Sprint é um tempo pré-determinado que define o ciclo de criação de um software — não do software inteiro, mas daquele “pedaço”. O Sprint Backlog é criado durante o Sprint Planning, que é o primeiro evento em um Sprint.

Durante o planejamento Sprint, a equipe SCRUM colabora na criação do Sprint Backlog, que consiste, basicamente, no seguinte:

Os itens no Sprint Backlog são congelados após o Sprint Planning, e a equipe de desenvolvimento se concentrará em entregar um incremento de “realizado” com base nesse plano.

Os itens (histórias de usuários) no Sprint Backlog não podem ser adicionados ou removidos durante o Sprint. No entanto, pode ser necessário obter mais informações, justificar ou limpar alguns dos itens durante o Sprint, o que deve ser feito na presença do Product Owner (proprietário do produto).

O plano detalhado, que normalmente não está concluído no final do planejamento da Sprint, continuará a ser atualizado à medida que o Sprint prossegue. Em casos excepcionais, quando todos os itens são feitos antes do final do Sprint, a equipe de desenvolvimento pode escolher o próximo item do Backlog do Produto e começar a trabalhar com ele durante o restante do Sprint.

Quais são as diferenças entre Product Backlog e Sprint Backlog?

Bem, agora que já definimos os conceitos, podemos delimitar quais são as diferenças mais significativas entre Product Backlog e Sprint Backlog.

Confira:

Em suma, a principal diferença entre o Backlog do Produto e o do Sprint é que uma lista de recursos (lista de desejos) não é o mesmo que um ciclo de desenvolvimento do tipo time-box (lista de tarefas). Sem o Product Backlog não há tarefas a serem realizadas em um Sprint Backlog. Portanto, o Sprint Backlog depende inteiramente do Product Backlog para existir.

E aí, conseguiu entender a diferença entre Product Backlog e Sprint Backlog? Para receber mais artigos como este em primeira mão no seu e-mail, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Artigos recentes

Você sabe quais são as diferenças entre DevOps e Agile?

22/01/2019

6 motivos para sua empresa adotar uma estrutura low code

17/01/2019

Conheça 5 ferramentas para aprender a programar

16/01/2019

Artigos recentes

Você sabe quais são as diferenças entre DevOps e Agile?

22/01/2019

6 motivos para sua empresa adotar uma estrutura low code

17/01/2019

Conheça 5 ferramentas para aprender a programar

16/01/2019