Experimente Grátis

Cloud Computing: descubra as vantagens de armazenar aplicativos na nuvem

Equipe Cronapp

27/11/2018

cloud computing

Hoje, muitos negócios dependem de um aplicativo. Eles são úteis para facilitar o acesso remoto aos serviços prestados pela empresa e concentrar o público consumidor em um único lugar na web.

O problema é que manter essas aplicações por conta própria em um data center local, por exemplo, pode ser trabalhoso e caro. A forma encontrada para mudar esse cenário foi a hospedagem em cloud computing.

Essa estratégia deve tornar o mercado de aplicativos mais atrativo novamente, pois entrega diversas vantagens. Ainda não conhece? Descubra a partir de agora como funciona o armazenamento em nuvem e por que adotar essa prática nas aplicações da sua empresa!

Como funciona o armazenamento de aplicativos na nuvem?

Basicamente, existem 3 tipos de nuvem: pública, privada e híbrida. A pública fornece recursos e ferramentas de forma compartilhada, sem flexibilidade para grandes personalizações de ambientes e são mais indicadas para o armazenamento de dados simples e menos sensíveis ao negócio. Alguns exemplos de nuvem pública são o Google Cloud e a Azure, da Microsoft.

Já no caso da nuvem privada, os recursos são oferecidos por empresas que visam a atender nichos específicos. Os ambientes podem ser personalizados de acordo com as necessidades dos clientes usuários e os níveis de segurança configurados. São mais indicados para a hospedagem de sistemas e aplicações, além de informações sigilosas.

A nuvem híbrida, por outro lado, permite criar um ambiente que integra os recursos e ferramentas dos dois tipos de nuvens anteriores, permitindo à empresa aproveitar o melhor de cada uma. Essa estrutura é montada com a ajuda do provedor de nuvem privada e é perfeita para alinhar o funcionamento das aplicações com o acesso ao banco de dados, quando estão separados.

Quais vantagens a cloud computing oferece na hospedagem de aplicações?

Agora que você conhece um pouco melhor o funcionamento da hospedagem em nuvem, descubra os principais benefícios que a estratégia proporciona ao aplicativo da sua empresa. Confira!

Possibilita o acesso simultâneo e sincronizado

Quando muitos desenvolvedores estão colaborando com a escrita dos códigos nos processos de construção, testes e atualizações do mesmo aplicativo, é fundamental que haja um ambiente de trabalho acessível remotamente e sincronizado para que todos possam visualizar em tempo real as modificações realizadas.

Ou seja, qualquer ação de inclusão, edição e remoção de dados deve ser automaticamente registrada e permitir que os programadores visualizem as versões anteriores, para entenderem o que já foi feito e o que ainda deve ser concluído.

Esse ambiente integrado só a cloud computing permite desenvolver. Aliado a isso, um bom sistema de versionamento para softwares deve complementar a estratégia.

Reduz custos com infraestrutura física

Como mencionamos no início, manter uma aplicação em servidores próprios demanda energia e altos custos com equipamentos para formar um data center eficiente. Isso inclui servidores, cabeamentos, sistemas de refrigeração, espaços apropriados, geradores de energia etc.

Ao migrar o aplicativo para a nuvem, todos esses custos podem ser reduzidos ou eliminados do orçamento, pois o data center é mantido pelo provedor e você acessa as capacidades dos servidores como serviços entregues via web.

Custos com aquisições, manutenções e atualizações deixam de existir. Além disso, a empresa paga apenas pelos espaços e recursos que utilizar, acabando com as despesas relacionadas à capacidade de TI ociosa.

Permite ganho de produtividade

Por causa do acesso remoto que a cloud computing permite, os programadores não ficam mais limitados ao trabalho no escritório, podendo dar continuidade ao projeto à distância.

Não importa se eles estão presos no trânsito, na fila de um banco ou de folga, basta ter um dispositivo móvel em mãos e um ponto de conexão com a internet para continuar trabalhando onde e quando desejarem.

A nuvem também entrega escalabilidade automática. Isso quer dizer que quando o aplicativo precisar expandir, o ambiente cresce para atender às novas demandas, oferecendo exatamente o que a empresa precisa para crescer de forma sustentável.

Essas características influenciam diretamente no aumento da produtividade com qualidade.

Entrega maior disponibilidade

Os provedores de cloud computing trabalham com uma das menores taxas de inoperabilidade do mundo (cerca de 99,98% do tempo), graças a uma estrutura de servidores, redes de energia e de internet redundantes.

Isso quer dizer que se um provedor precisar parar para atualizações, a internet cair ou o abastecimento de energia for interrompido, uma estrutura auxiliar, localizada em um local diferente, entra em ação para garantir o funcionamento de tudo.

E tem mais, com a escalabilidade automática, que mencionamos no tópico anterior, o aplicativo não sofre lentidões e paralisações caso registre picos de acesso. Isso acontece porque o ambiente é elástico, expandindo-se para atender à demanda e retornando ao tamanho original depois. A empresa paga somente pelos recursos adicionais consumidos.

Terceiriza funções gerenciais

Outra grande vantagem de migrar o aplicativo para a nuvem é que muitos provedores de cloud computing oferecem os chamados “serviços gerenciados”, que é quando a empresa terceiriza as funções menos vitais de TI para o provedor realizar.

Um exemplo disso é entregar as funções de gerenciamento da infraestrutura na nuvem, como monitoramento e controle do desempenho, segurança e disponibilidade, ao fornecedor das tecnologias. Essa estratégia reduz a carga de trabalho da equipe de TI interna e ajuda os profissionais a focarem mais no core business.

Promove a sustentabilidade

Quando a empresa hospeda suas aplicações na nuvem, deixa de consumir uma grande quantidade de energia elétrica. Isso ajuda a enxugar o orçamento, mas, acima de tudo, permite o desenvolvimento de uma imagem melhor para a marca: a de ecologicamente correta.

A sustentabilidade está na mira dos consumidores e muitas empresas se beneficiam com projetos ligados à responsabilidade ambiental. Essa pode ser uma boa oportunidade para se envolver com a causa.

Para ter sucesso, associe-se a provedores que tenham o mesmo objetivo em comum. Assim, pode-se ter a parceria que precisa para desenvolver uma estratégia em conjunto.

Oferece maior segurança

Provedores de cloud computing contam com recursos de proteção poderosos contra a invasão dos sistemas e dados. Os principais são: logins e senhas de acesso, criptografia de dados, configurações mais robustas de firewall, antivírus corporativos, atispyware, antimalware etc.

Uma estratégia de segurança complexa como essa poderia ser muito cara para ser mantida por conta própria, sem contar os riscos de falhas. Porém, com a cloud computing você pode ter acesso a uma estrutura mais segura e eficiente, pagando um preço justo por isso.

Como pode ver, adotar a cloud computing para hospedar e rodar os aplicativos é uma estratégia que deve gerar grande vantagem competitiva ao negócio. Se contar com apoio de um provedor especializado, as chances de sucesso serão ainda maiores.

Pronto para começar? Entre em contato com a CronApp agora mesmo e veja como podemos ajudar!

Artigos recentes

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019

O que é a Megacloud e como ela funciona?

O que é a Megacloud e como ela funciona?

13/03/2019

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Artigos recentes

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019

O que é a Megacloud e como ela funciona?

O que é a Megacloud e como ela funciona?

13/03/2019

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras