Experimente Grátis

7 aspectos importantes sobre o Framework React que você precisa entender

Equipe Cronapp

28/09/2018

Framework React

A flexibilidade e a popularidade da JavaScript não seriam possíveis se não fosse a sua flexibilidade. Essa forma de desenvolver aplicações para a web ganhou o mercado com diferentes adaptações, que melhoram o fluxo de trabalho de developers e permitem a criação de sistemas mais flexíveis e modernos. Uma delas é o framework React, criado no Facebook em 2011.
Se você quer saber mais sobre o framework React, veja o post que preparamos!

1. O framework React é uma biblioteca?

Conforme apontado pelo site dos criadores, o React é uma biblioteca voltada para a criação de interfaces de usuário. O seu principal foco está em interfaces que devem exibir conteúdos alterados regularmente, sem que exista a necessidade de reconstruir todo o conteúdo do zero. Dessa forma, o developer pode economizar recursos e dar mais performance às suas aplicações.

Em outras palavras, o React é um conjunto de funcionalidades que permite a criação de interfaces reaproveitáveis. Por ser estruturado como uma biblioteca, o React tem muito mais flexibilidade do que um framework tradicional: quem dita o que deve ser feito é o desenvolvedor, o que facilita a criação de soluções mais inteligentes e inovadoras.

2. Como o React surgiu?

O React surgiu em 2011, no Facebook. Inicialmente voltado para a interface da timeline da rede social, a biblioteca foi integrada ao desenvolvimento de outros produtos da empresa, como o Instagram.

Em 2013, o código-fonte do React foi aberto para a comunidade. Isso permitiu que a solução se tornasse popular rapidamente, superando outras soluções, como Angular e Vue.js em nível de popularidade.

3. Qual a relação do React com a JavaScript?

A JavaScript é uma das principais linguagens de programação do mercado. Ela é voltada para o desenvolvimento front-end e é apontada pela Stack Overflow Survey 2017 como a principal linguagem do mercado.

Essa popularidade só foi possível com a criação de soluções como o React. Elas tornam as aplicações de JavaScript mais variadas, ao permitir que os developers incorporem mecanismos dessa linguagem em rotinas como a criação de APIs e servidores. Dessa forma, o processo de desenvolvimento ganha flexibilidade e mais integração, uma vez que uma mesma linguagem pode ser adotada em vários processos.

4. O React é uma solução declarativa ou imperativa?

Existem dois tipos de linguagens de programação: as imperativas e as declarativas. O React está incluído no segundo caso.

Como isso afeta o seu processo de desenvolvimento? Basicamente, podemos dizer que o React se importa com o que o desenvolvedor deseja realizar com o seu código-fonte.

Como consequência, a aplicação fica menos complexa, uma vez que são necessários menos passos para criar uma solução. No caso do React, a biblioteca está focada na definição do que será exibido na interface a partir das ações do usuário.

5. Como o React consegue entregar aplicações com performance de ponta?

O React traz uma série de recursos para garantir que as aplicações tenham sempre a melhor performance possível. Um deles está ligado ao modo como a biblioteca trabalha com o DOM (Document Object Model).

Nas aplicações tradicionais feitas com JavaScript, o processo de trabalho com o DOM é complexo. Primeiro, o programador deve descobrir quais são as informações modificadas. Só aí é possível alterar o DOM e o estado de todos os elementos já criados.

No React, esse processo muda radicalmente. Com a criação do seu próprio DOM, chamado de Virtual DOM, o processo de renderização passou a exigir menos recursos e ser mais ágil.

Sempre que uma informação é modificada, o React atualiza o Virtual DOM de cada componente e busca as alterações. A imagem do DOM com os novos registros é, então, comparada com a do Virtual DOM. Uma vez que o processo é feito, apenas as modificações são processadas no DOM, o que reduz o uso de recursos e dá mais agilidade ao usuário.

Como consequência, apenas o que deve ser modificado é renderizado novamente. Isso gera grande melhora de performance e redução de custos, uma vez que o processo será mais ágil e seguro.

6. O React é flexível?

Uma das grandes vantagens do React está na sua flexibilidade. Ele pode ser utilizado para developers que trabalham com desenvolvimento web ou mesmo de aplicações móveis nativos, com o React Native.

Graças a isso, essa biblioteca ganhou muita flexibilidade nos últimos anos. Os programadores podem trabalhar com o React em múltiplas rotinas e projetos, eliminando gargalos operacionais e problemas de adaptação.

Para empresas de TI, isso deve ser visto como um fator estratégico. Possuir um time capaz de trabalhar com vários tipos de projetos de desenvolvimento auxilia o negócio a ser mais competitivo e eficaz: a empresa poderá atuar na criação de um conjunto maior de aplicações, sem precisar modificar a sua equipe ou treinar os seus profissionais novamente.

7. Como funcionam os componentes do React?

A base do React está nos componentes. Eles são utilizados para definir a interface do usuário e, assim, permitir que a experiência de uso seja sempre a melhor possível.

Os componentes funcionam como pequenas estruturas de código reutilizáveis. Eles definem partes da interface cujo código será reaproveitado conforme os conteúdos forem criados.

Na criação de um site, por exemplo, o developer pode criar um componente chamado “patrocinadores”. O código desse componente poderá ser reaproveitado em todas as páginas da empresa, bastando apenas substituir os seus identificadores de conteúdo para os que forem adequados a cada contexto. Assim, não será necessário criar um novo código sempre.

O dia a dia de um developer é acompanhado do uso de vários softwares. Os de desenvolvimento são os mais importantes, por estarem diretamente conectados à qualidade do trabalho que será executado.

Para quem utiliza JavaScript na sua rotina, o framework React é uma das melhores escolhas. Ele fornece a flexibilidade necessária para que os developers consigam desenvolver aplicações com rapidez, qualidade e segurança. Assim, haverá a garantia de que o produto entregue ao usuário sempre será o melhor possível.

Gostou deste post? Então, compartilhe-o com os seus contatos nas redes sociais para que mais pessoas conheçam o React!

Artigos recentes

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019

O que é a Megacloud e como ela funciona?

O que é a Megacloud e como ela funciona?

13/03/2019

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Artigos recentes

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019

O que é a Megacloud e como ela funciona?

O que é a Megacloud e como ela funciona?

13/03/2019

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras