Experimente Grátis

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

Equipe Cronapp

13/03/2019

Segurança em nuvem: 4 aspectos para criar aplicações seguras

A cloud computing está se tornando um padrão no mercado para empresas que buscam crescer baseadas em eficiência operacional e aplicação tecnológica. Mas, como colher estes benefícios sem abrir mão da segurança em nuvem?

Neste artigo, é isso que vamos discutir. Entenda melhor o que significa tal conceito, como a nuvem pode transformar uma empresa e o que fazer para desenvolver softwares de olho na proteção de dados. Boa leitura!

O que significa segurança em nuvem

A nuvem já se consolidou o suficiente nos últimos anos para se tornar não só viável, como também importante para o mundo corporativo. Mesmo assim, ainda existem dúvidas sobre sua segurança.

Qual a diferença entre manter os dados da sua empresa em servidores próprios ou terceirizar este armazenamento? Como já foi comprovado várias vezes, nem sempre ter a infraestrutura por perto significa um controle maior sobre ela.

A verdade é que dados de negócio se tornam cada vez mais valiosos para cibercriminosos, que hoje têm potencial para atacar qualquer tipo de sistema, on-premises ou remoto.

Neste cenário, quanto mais olhos vigiando e barreiras protegendo seus dados, melhor. Esta é a ideia da segurança em nuvem.

Terceirizar o armazenamento significa trazer um olhar especializado e equipes dedicadas à proteção de dados. É o equilíbrio perfeito entre disponibilidade e confiabilidade.

Quais os tipos de armazenamento em nuvem

Mas, contar com a nuvem não necessariamente significa compartilhar infraestrutura. Existem três tipos principais de armazenamento de cloud computing oferecidos no mercado:

Independentemente do tipo de nuvem que a sua empresa escolhe, o software desenvolvido para fazer uso dela precisa integrar, simplificar e potencializar a aplicação desta tecnologia.

Ou seja, grande parte do sucesso da cloud computing está em aplicações bem desenvolvidas. Isso é verdade tanto para tirar proveito do armazenamento remoto quanto da segurança oferecida aos seus dados.

Quais os benefícios deste armazenamento

E esta é a principal razão para se investir em softwares na nuvem. Além da segurança inclusa, eles trazem imediatamente para a empresa os benefícios que tornam o armazenamento em cloud computing tão relevantes:

Unindo todas estas características a um sistema bem construído e a um software confiável, a nuvem dá à TI um poder incrível para transformar a empresa e se destacar no mercado.

Os 4 aspectos para ficar de olho ao criar aplicações seguras em nuvem

Agora que a cloud computing e sua segurança estão bem conceituadas, podemos partir para a prática: como desenvolver e utilizar aplicações em nuvem que ofereçam a performance e a eficiência potenciais sem abrir mão da segurança.

Para isso, listamos 4 aspectos deste trabalho que precisam ser prioridade no planejamento e na execução de softwares na nuvem. Veja quais são:

1. Estrutura e hierarquização de dados

Para construir e usufruir de uma aplicação na nuvem, a empresa precisa ter uma arquitetura de dados bem definida, padronizada e replicável.

Estes são passos importantes para a segurança, porque determinam quais são os dados mais sensíveis, que precisam ser protegidos por mais barreiras para seu acesso, visualização e, principalmente, edição.

Tal equilíbrio é vital, pois a nuvem exige a manipulação de informações com segurança, mas também disponibilidade e velocidade na interação com estes dados.

Para chegar a este nível, portanto, o gerente tecnológico pode segmentar os dados em uma hierarquia que automatiza e facilita o acesso em ativos mais rotineiros e tem um controle mais próximo daqueles que são confidenciais.

2. Monitoramento de uso e atividade

Um software na nuvem é inviável sem algum tipo de monitoramento sobre seu uso e o acesso aos dados que ele permite. Não só para otimizar processos, tal preocupação garante a segurança das informações que sustentam a operação, oferta de um serviço ou atendimento ao cliente.

Estes mecanismos devem variar entre automação de ferramentas e controle rotineiro pela equipe de TI. Um trabalho em cloud realmente seguro é aquele que consegue prevenir brechas, mas também agir o mais rápido possível diante de seu comprometimento.

3. Preparação da TI para lidar com a segurança em nuvem

Falando em agir e reagir, nem todos os mecanismos tecnológicos possíveis serão suficientes para o software em nuvem se não houver preparo da TI para lidar com a aplicação.

Aqui, falamos de vários aspectos:

Se o software é bem construído e bem gerido pela TI, a nuvem se torna uma referência em segurança. Por isso, é tão importante preparar a sua equipe para lidar com todos estes pontos.

4. Busca por plataformas especializadas

Mas, é possível agilizar a produção de um software interno ou voltado ao público que utilize a nuvem e seja seguro? A resposta está nas plataformas especializadas neste tipo de serviço.

O que você deve procurar é expertise na hora de desenvolver aplicações que tenham especificamente tal característica. Isso não só garante a proteção dos dados, como agiliza este trabalho.

O resultado? A equipe de TI pode se preocupar menos em desenvolver a solução e mais em implementá-la no máximo de sua eficiência, tendo tempo livre para focar no monitoramento da segurança em nuvem.

Que tal, então, investir em um software robusto, completo e seguro sem muito esforço? Entre em contato conosco! A plataforma Cronapp é a melhor solução no mercado para desenvolvimento de aplicações em nuvem!

Artigos recentes

O que são, como funcionam e para que servem os microsserviços?

22/03/2019

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019

Artigos recentes

O que são, como funcionam e para que servem os microsserviços?

22/03/2019

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Técnicas de Cloud Computing e BI: fique por dentro e tenha bons insigths

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

Como fazer a análise de viabilidade de projetos de aplicativos?

20/03/2019