Experimente Grátis

Veja por que o PaaS é a nova tendência para o crescimento do seu negócio

Equipe Cronapp

18/12/2017

Veja por que o PaaS é a nova tendência para o crescimento do seu negócio

A Cloud Computing (computação em nuvem) revolucionou a forma com que empresas do mundo todo se relacionam com a tecnologia. Não é diferente nos processos de desenvolvimento de software, que agora podem ser amparados por uma plataforma na nuvem (mais precisamente denominada Platform as a Service — PaaS), utilizando recursos virtuais.

Neste artigo, você vai entender exatamente o que é PaaS, porque esse tipo de recurso vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de desenvolvimento de aplicações tecnológicas e com quais vantagens poderá contar ao adotá-la.

Confira!

O que é Platform as a Service — PaaS?

A Cloud Computing surge como um divisor de águas no desenvolvimento de softwares. Mas o isso significa?

Formalmente, podemos nos apoiar na definição da Gartner, maior empresa de pesquisa em tecnologia do mundo, para explicar o que é PaaS. Para a Gartner, a oferta de plataforma como serviço (PaaS) é “geralmente descrita em diagramas de toda a nuvem entre a camada SaaS, acima, e a camada IaaS abaixo”, oferecendo “uma ampla coleção de serviços de infraestrutura de aplicativos (middleware), incluindo plataforma de aplicativos, integração, gerenciamento de processos de negócios e serviços de banco de dados”.

Mas é possível simplificar ainda mais esse conceito!

Chamada comumente de ‘plataforma na nuvem’, o PaaS é um sistema de oferta de Cloud Computing, por meio da qual um provedor de serviços entrega uma plataforma aos seus clientes, permitindo que eles desenvolvam, executem e administrem aplicativos de negócios, sem necessidade de construir e manter a infraestrutura própria.

Assim como acontece com outras atividades da nuvem, como os relacionados à infraestrutura como serviço (IaaS) e ao software como serviço (SaaS), o PaaS é oferecido por meio de uma infraestrutura hospedada na nuvem por um provedor de serviços. Os usuários normalmente acessam as ofertas PaaS através de um navegador da Web.

O PaaS como tendência no desenvolvimento de softwares

Com as facilidades trazidas pela Cloud Computing, cresce a cada ano o número de empresas que optam por utilizar uma plataforma na nuvem para modernizar seus processos de desenvolvimento de softwares.

O movimento em torno das plataformas como serviço (PaaS) cresceu tanto que a Gartner prevê que elas serão responsáveis por movimentar, em 2018, 10,6 milhões de dólares somente em nuvem pública (compartilhada por diversas empresas), em todo o globo. Para 2020, a organização estima que esse número deve saltar para mais de 14,7 milhões de dólares.

De acordo com um levantamento feito pela McKinsey, cerca de 20% dos líderes de empresas de médio e grande porte em todo o mundo devem migrar seus projetos de desenvolvimento para o modelo PaaS nos próximos anos.

E essa é uma tendência percebida também no Brasil, que é hoje o principal hub tecnológico da América Latina (com 45% da demanda regional) e o país que mais se adapta à transformação digital, segundo a consultoria IDC.

É até um pouco redundante falar em ‘tendência’ quando se está discutindo plataforma na nuvem. Isso porque em pouco tempo a Cloud Computing deverá ser o único sinônimo de computação existente. Ou seja, em um futuro próximo, todo e qualquer projeto de desenvolvimento deve também ser realizado em ambientes PaaS.

Quais as principais vantagens do uso de PaaS?

Mas apesar de tudo o que já escrevemos neste post, você deve estar se perguntando de que forma sua empresa se beneficiaria adotando uma plataforma na nuvem.

As vantagens são inúmeras e vão desde o ganho de produtividade até a redução de custos, passando por escalabilidade, entre outras. Confira 7 benefícios de adotar o PaaS.

1. Início imediato

No modelo PaaS, a ferramenta de desenvolvimento já existe e está disponível para uso imediato. Isso oferece um ganho em velocidade, pois não é preciso desenvolver o ambiente com toda a sua complexidade técnica. É realmente só “sentar e desenvolver”.

2. Padronização dos processos

Também existe o ganho em padronização, já que todos estão trabalhando do mesmo jeito e com a mesma ferramenta. Se você tem uma equipe de desenvolvimento grande, isso é uma vantagem significativa.

3. Foco no desenvolvimento

Um profissional de desenvolvimento dedica grande parte do seu tempo a dedicado a instalar programas, montar ambientes etc. Tradicionalmente, gasta-se muito tempo com atividades que não são de desenvolvimento do código em si.

Isso muda totalmente quando o time conta com uma plataforma na nuvem. Sem as preocupações iniciais, o foco recai totalmente no desenvolvimento, permitindo que a atividade seja cumprida com mais dedicação e com mais tempo livre para inovação.

4. Melhor rendimento do time

Esse ponto está diretamente relacionado aos dois anteriores. Como tudo já está pronto e o desenvolvedor consegue focar no desenvolvimento, ele rende muito mais durante o período de trabalho.

Se ampliarmos isso para a equipe toda, a empresa tem um ganho performático realmente considerável. Dessa forma, consegue entregar mais rapidamente seus projetos, garantindo inclusive que prazos e orçamentos sejam respeitados.

5. Melhoria da escalabilidade

Se a aplicação que está sendo desenvolvida é destinada a atingir um público grande, uma plataforma do tipo PaaS tem grande utilidade. Como é mais elástica, trabalhar no esquema de nuvem ajuda a segurar a carga de pessoas conectadas. E se a aplicação precisar rodar em um servidor, o PaaS dá estabilidade e está preparado para isso.

6. Mais controle de atividades e tempo de resposta

Com o PaaS, existe um controle muito maior das ações e atividades, pois ele oferece vários serviços. Muitos deles ajudam justamente a acompanhar o tempo de resposta das ações, monitorar se tudo está funcionando como deveria ou identificar se existe alguma falha.

7. Mais controle de custos e consequente redução nos gastos

No modelo tradicional, muitos desses serviços oferecidos pelo sistema PaaS precisam de um servidor, um software e pelo menos um profissional para acompanhar e controlar o que está sendo feito. Assim, a economia com manutenção é um grande diferencial do PaaS.

Em outras palavras, ao adotar uma plataforma como serviço (PaaS), todo o arcabouço tecnológico necessário internamente deixa de ser uma preocupação. E a empresa só paga pelos serviços que utilizar e conforme os valores combinados previamente com o provedor durante o acordo de níveis de serviço.

E então? Sua empresa já está aproveitando todas as potencialidades da Cloud Computing? Você já conta com uma plataforma na nuvem (PaaS)? Se não, pretende começar agora? Se quiser mais conteúdos como este, em primeira mão, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Artigos recentes

6 motivos para sua empresa adotar uma estrutura low code

17/01/2019

Conheça 5 ferramentas para aprender a programar

16/01/2019

Alta produtividade

Como empreendedores podem ter alta produtividade com software de tecnologia?

10/01/2019

Artigos recentes

6 motivos para sua empresa adotar uma estrutura low code

17/01/2019

Conheça 5 ferramentas para aprender a programar

16/01/2019

Alta produtividade

Como empreendedores podem ter alta produtividade com software de tecnologia?

10/01/2019